Estátua em Homenagem a Dom Nery - Coleção ESTILO
Em 1924, após a grande reforma da fachada, a população de Campinas homenageia seu primeiro Bispo, Dom João Batista Correia Nery, com um monumento de bronze. A obra foi realizada por Fernando Frick que coloca o Bispo acolhendo com as mãos um grupo de crianças com livros, uma referencia às grandes preocupações de Dom Nery, a educação, as crianças , a caridade e o patrimônio da Igreja em Campinas. Dom Nery lutou junto aos médicos contra a febre amarela, a pobreza e a ignorância. Campinas, 2016. Cod: CAP20120001PB
Nave e Presbitério - Coleção ESTILO
O domínio da perspectiva e da proporção chega a um equilíbrio harmônico. A perspectiva criada na organização dos bancos conduz para o altar no presbitério e, em seguida, eleva o olhar ao trono do Retábulo Mor com suas colunas harmônicas e proporcionais. A proporção Humana é representada pelas colunas com capitéis coríntios em equilíbrio com a perfeição de Deus e da Natureza. A introdução do altar de frente para a comunidade, oferecendo a missa rezada em português veio a acontecer após o Concílio Vaticano II, em 1965. Campinas, 2016. Cod: CAP20160003PB
Cadeiral do Coro - Coleção FINEART
O cadeiral do Coro é uma peça de mobiliário introduzida na Idade Média em Catedrais ou Igrejas Monásticas. É destinado em geral ao Clero e usualmente está disposto em dois andares diferentes, na parte de traz tem-se o espaldar alto. O cadeiral do Coro acompanha o mobiliário da Capela Mor e na maior parte dos casos é feito em madeira. Campinas, 2016. Cod: CAP20160006PB
Altar Colateral do Sagrado Coração de Jesus - Coleção ESTILO
Muito próximo à concepção arquitetônica do Retábulo Mor este altar procura harmonizar-se com o primeiro, são colunas independentes que circundam o trono, a coroa é vazada permitindo o jogo de luzes com a parede. No entanto, olhando-se meticulosamente o trono é fechado e denso, frutas decoram as colunas. Nestes detalhes percebe-se a produção do entalhador Bernardino de Sena Reis e Almeida (1862-1865). Campinas, 2016. Cod: CAP20160008PB
Vitral do Paravento - Coleção ESTILO
Tendo seu nome muito atrelado à sua funcionalidade o paravento tem dupla função, separa o espaço profano externo do corpo da nave central e ameniza a incidência dos ventos fortes que adentram pela Porta Frontal ou Porta Santa. É neste espaço inicial formado entre a porta principal e o paravento que a preparação para o ritual litúrgico, o recolhimento pessoal e silêncio espiritual devem começar. Os vitrais aqui representados trazem cenas da anunciação à Maria, foram instalados em 1923, pela Casa Conrado. Campinas, 2016. Cod: CAP20160013PB
Órgão - Coleção ESTILO
O grande órgão Cavaillé Coll foi encomendado na França pelo arquiteto Francisco de Paula Ramos de Azevedo, apesar de especialista em feitios barrocos a Maison francesa no séc. XIX criou órgãos com decorações variadas, sendo o de Campinas uma produção com estilo Neogótico. A introdução do instrumento na Matriz foi importante mas trouxe como consequência o problema de não haverem partituras para ele e não haver profissional preparado para tocá-lo. Na época o arquiteto foi criticado pela população que quase não conseguia ver o instrumento ser usado. Campinas, 2016. Cod: CAP20160017PB
Back to Top